Para: Autismo; Dislexia; Problemas de Aprendizagem; Sistema Nervoso; Tonturas; Zumbidos; Dores de Cabeça; Sinusite; ATM; Fibromialgia; etc.


Pesquise neste site:


powered by FreeFind

Mapa do Site

Terapia Sacro Craniana:

Assuntos:

http://sacrocraniana.no.sapo.pt/beclix.html

Para: Choro sem causa; mau dormir ou não dormir; problemas digestivos; Autismo; Dislexia; Problemas de Aprendizagem; Sistema Nervoso; Tonturas; Zumbidos; Dores de Cabeça; Sinusite; ATM; Fibromialgia; etc.; etc.Para: Choro sem causas; não dormir ou mau dormir; problemas digestivos; Autismo; Dislexia; Problemas de Aprendizagem; Sistema Nervoso; Tonturas; Zumbidos; Dores de Cabeça; Sinusite; ATM; Fibromialgia; etc.; etc.Porque precisam de Terapia Sacro Craniana os recém-nascidos, os bebés, e as crianças?

 

Os recém-nascidos precisam da Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) para permitir aos seus corpos recuperar tão depressa quanto possível do stress físico e emocional do nascimento.

Infelizmente espasmos musculares, torção do pescoço, da coluna, dos ombros, da cintura, deformação da cabeça, hematomas e outras situações fazem parte da primeira experiência do novo ser humano.

Um grande numero de problemas físicos e neurológicos sentidos na infância e na vida adulta têm muitas vezes a sua origem em problemas do nascimento.

Nos últimos anos a Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) tem sido vista como um meio bastante eficaz na ajuda da correcção destes problemas na sua origem.

Através de um toque suave, o ritmo sacro craniano e o alinhamento das estruturas cranianas, espinais e pélvicas podem ser levadas ao seu equilíbrio natural permitindo assim o bom desenvolvimento e nutrição do cérebro e dos nervos espinais.

Não nos podemos esquecer que é o liquido céfalo-raquidiano que banha, envolve, protege e nutre não só o cérebro mas também a espinal medula.

Maus alinhamentos estruturais do sistema sacro craniano (pélvis, coluna e cabeça) podem comprimir nervos, criar espasmos musculares e reduzir a capacidade de funcionamento de todo o corpo o que faz com que a Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) possa ter profundos benefícios no desenvolvimento dos recém-nascidos, dos bebés e das crianças.

Como se pode ver a melhor altura para tratar estes problemas será logo após o nascimento, o mais cedo possível tendo aqui os médicos ou pessoal de enfermagem um papel extremamente valioso e importante quer na aplicação quer na recomendação da Terapia Sacro Craniana.

Se o bebé teve um parto difícil a actuação deve ser quanto antes. Se pelo contrário o parto foi bom e sem grandes problemas pode-se aguardar dois ou três dias.

A regra é actuar o mais cedo possível para evitar o desconforto do bebé ou os problemas deste o mais cedo possível.

Por outro lado, quanto mais cedo mais fácil se torna reequilibrar o bebé antes que o seu corpo se adapte a situações que só o irão prejudicar quer agora quer na sua vida futura.

O adiar do "tratamento" só vai fazer com que o mesmo se torne mais complicado e demorado. Aquilo que poderia levar algumas sessões poderá passar assim a várias, dependendo da situação.

Às crianças aplica-se a mesma situação; quanto mais cedo melhor.

Para quê permitir que a criança sofra ou continue a sofrer se os problemas podem ser aliviados ou eliminados?

Que tipo de terapeuta pode "tratar" o recém-nascido?

O mais importante é a vontade e o desejo de fazer alguma coisa pelo bebé, mas isso só não chega. Há que ter uma grande sensibilidade e isso só se desenvolve com muita prática.

É completamente diferente "tratar" um adulto calmo e cooperativo onde é fácil sentir o ritmo sacro craniano, de um bebé que constantemente se mexe e em quem é bastante difícil sentir o ritmo.

Alguns sinais e sintomas de que o bebé pode beneficiar da Terapia Sacro Craniana (ou Crânio Sacral) são:

Movimentos assimétricos; um lado do corpo mais activo do que o outro.

Ombros ou ancas desniveladas ou que dão essa impressão.

Cabeça que vira mais para um lado ou dormir com ela sempre para o mesmo lado.

Cólicas, excesso de gases, dificuldades de engolir, de digerir o leite, etc.

Problemas de sono, choro sem causas, etc.

Manutenção da deformação da cabeça depois de 24 horas após o nascimento.

Traumatismo devido ao fórceps ou às ventosas (bomba de sucção).

Parto prolongado.

Fracturas cranianas ou hematomas.

Excessiva moleza dos músculos ou do corpo.

Olhos que não se movem em sincronia ou que não focam em conjunto o objecto (olhos cruzados).

Problemas respiratórios, convulsões, etc.

Atraso no desenvolvimento, etc.

Nas crianças temos alguns sintomas que podem ser beneficiados para além dos atrás referidos:

Dislexia, problemas de aprendizagem ou desordens de atenção.

Hiperactividade, etc.

Baixar a febre seja qual for a sua origem e aumentar a resposta imunitária de todo o corpo.

Escoliose e problemas estruturais.

Problemas emocionais que têm a sua origem em problemas físicos.

Melhoria de todo o sistema imunitário.

E muitas outras condições que dependem do treino e prática do terapeuta.

 

Fim




Criada em:  Setembro de 2000.